FLAMENGO, TRICAMPEÃO CARIOCA 2001

Em pé: Clêmer, Júlio César, Jorginho, Fernando, Juan e Adriano; Agachados: Maurinho, Luciano Netter, Leandro Ávila, Roma, Reinaldo, Petkovic, Rocha, Cássio, Alessandro, Edílson e Beto.

Pelo terceiro ano seguido o grito de é campeão ficou entalado pelos torcedores Vascaínos, enquanto o torcedor do arqui-rival já gritava TRICAMPEÃO encima do mesmo time, do maior rival e pelo terceiro ano consecutivo o Vasco era novamente vice do Flamengo, mesmo tendo a vantagem nos dois jogos, tendo um melhor time o Vasco não conseguiu parar a raça rubro-negra demonstrada principalmente pelo Flamenguista Beto, que mesmo sentindo contusão e o desgaste físico não aceitava sair da partida até que aos 31 minutos do seguindo tempo Zagallo atendendo ao pedido de Petkovic sacou o meia Flamenguista. O jogo começou truncado e na primeira etapa as equipes pouco conseguiram jogar futebol digno das tradições de Vasco x Flamengo, Sem Romário contundido a responsabilidade de garantir o título Vascaíno ficou por conta de Pedrinho, Juninho Paulista, Euller e Viola, porém o quarteto não conseguiu se sair bem e o Flamengo tomou iniciativa da partida, até mesmo porque precisaria de dois gols de diferença para levantar a taça, e não demorou muito o lateral esquerdo Cássio foi derrubado dentro da área Vascaína e o juiz assinalou penalidade. Edílson (O capetinha) bateu marcou o primeiro gol para equipe rubro-negra. O jogo voltou a ficar truncado onde as duas equipes se estudam bastante e pouco criam, até que aos 41 minutos Viola entrou na área e cruzou para o meio onde Juninho Paulista chegou batendo e empurrou a bola empatando a partida.

O segundo tempo era começou com o Flamengo indo para ou tudo ou nada, e o resultado surtiu o efeito esperado e logo aos 8 minutos, Petkovic fez uma linda jogada pela esquerda e cruzou para cabeçada mortal de Edílson que colocara o Flamengo novamente em vantagem. A Partir daí o Vasco resolveu acordar e chegava com perigo na área do Flamengo com contra-ataques rápidos com Juninho Paulista e Euller. Porém, o Clube de São Januário perde os contra-ataques quando Viola deixa o campo para entrada de Dedé, com a substituição o Vasco perde um homem de área e chama o Flamengo para seu campo de defesa na esperança de matar o jogo com os velozes jogadores de ataque, mas velocidade não é habilidade e Petkovic mostrou que para vencer um jogo não precisa dispor de muita velocidade, e sim técnica que foi fundamental em uma cobrança de falta espetacular ao 44 minutos do segundo tempo quando a torcida Vascaína já comemorava uma cobrança de falta no ângulo esquerdo do goleiro Helton vez os vascaínos verem o que não acreditavam, o Flamengo pela terceira vez ergueria a taça tão próxima da torcida vascaína, e o maracanã explode numa linda cobrança de falta do servo Petkovic, e um barulho ensurdecedor se vê no Maracanã “mengoooooo, Mengoooooo”. A Bola ainda volta a rodar para os últimos minutos dramáticos, mas o Vasco já abatido nada pode fazer o os jogadores do Flamengo fazem a festa junto com sua torcida até que o meia Beto, não se contentando em comemorar com sua torcida parte para o setor da torcida vascaíno e atira sua camisa o que irrita alguns jogadores vascaínos com o atacante Viola que partiu para cima do meia e foi logo contido por outros jogadores. Apesar do inicio de confusão o Flamengo seguiu comemorando e o velho lobo soltou sua tão famosa frase “Vocês vão ter que me engolir” deixando os Vascaínos ainda mais enfurecidos.

VASCO 1 x 3 FLAMENGO VASCO: Helton, Clebson, Odvan (Géder), Torres e Jorginho Paulista; Fabiano Eller, Paulo Miranda, Pedrinho (Jorginho) e Juninho Paulista; Euller e Viola (Dedé). Técnico: Joel Santana.

FLAMENGO: Júlio César, Alessandro (Maurinho), Juan, Fernando e Cássio; Leandro Ávila, Rocha, Beto (Jorginho) e Petkovic; Edílson e Reinaldo (Roma). Técnico: Zagallo.

Local - Maracanã Data - 27/05/2001 Árbitro - Léo Feldman Público - 60.038 pagantes

Comentários (5): http://fotolog.terra.com.br/retratonaparede:5

Em 5/04/2006, às 14:14:11, Ivan Maurício fotolog disse: Estive aqui para uma visita. Muito grato. Seu fotolog está entre os nossos favoritos.

Em 5/04/2006, às 15:03:09, William disse: Cara, seu log é da hora!!!!!!!!!! Adicionei vc em meus favoritos, vc é muito pro nesse negócio de futebol!!!Faça sempre uma visita em meu log, falou?

Em 27/04/2006, às 16:23:05, Lilic@ fotolog disse: Uma vez flamengo , flamengo até morrer..... Na alegria e na tristeza não desistirei. Abraços rubro negro

Em 12/05/2006, às 18:12:39, Geilson Maia Feijó e-mail disse: Poeira levantou Poeira. Vasquinho Vice de Novo.

Em 28/12/2008, às 21:11:51, Luiz Fernando Dias disse: Depois daquele golaço do Pet, com corujas voando por todos os lados, entendi a música do Ed Mota: Há um lugar para ser feliz, Além de abril em Paris, Outono, outono, no Rio.

5 comentários:

Anônimo,  21 de agosto de 2009 09:27  

EIIII. Tê eu aí com a cabecinha ao lado do JÚLIO CÉSAR!!! Abraços.

Unknown 25 de outubro de 2015 11:15  

O momento mais emocionante q eu vivi com o Flamengo. Coisa de outro mundo. Isso não existe. Só o Flamengo para fazer existir. Um senhor de 60 anos que estava do meu lado me falou isso na hora do gol do PET.

Unknown 25 de outubro de 2015 11:15  

O momento mais emocionante q eu vivi com o Flamengo. Coisa de outro mundo. Isso não existe. Só o Flamengo para fazer existir. Um senhor de 60 anos que estava do meu lado me falou isso na hora do gol do PET.

Marcos Vinicius Almeida de Araujo 25 de outubro de 2015 11:16  

O momento mais emocionante q eu vivi com o Flamengo. Coisa de outro mundo. Isso não existe. Só o Flamengo para fazer existir. Um senhor de 60 anos que estava do meu lado me falou isso na hora do gol do PET.

Postar um comentário